YouTube Facebook Instagram
 

  03/06/2019 | 17h34     Atualizado em 04/06/2019 | 13h16

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Parceria entre CAAF e Escritório Modelo TaliesEM contribui para atualização e regulação das agroindústrias associadas

Estudo realizado pelo Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo da UCS, para a Cooperativa e seus produtores, será apresentado na terça-feira, 04, às 19h

Ubirajara Machado / Divulgação CAAF
Ubirajara Machado / Divulgação CAAF

Doze agroindústrias associadas à Cooperativa de Agricultores e Agroindústrias Familiares de Caxias do Sul (CAAF) receberão, nesta terça-feira, 04, um estudo referente aos seus empreendimentos, que apresenta o levantamento arquitetônico, com medições dos espaços, tendo em vista o fluxo do processo de produção que ocorre nas agroindústrias. A planta baixa, um dos documentos a ser entregue às agroindústrias, é uma das exigências para encaminhar o alvará sanitário. Com o intuito de auxiliar seus associados no atendimento à legislação sanitária, a CAAF fez uma parceria com o TaliesEM - Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Caxias do Sul, para realização dos estudos.

 

O levantamento de dados e a digitalização em programa específico envolveram acadêmicos do curso de Arquitetura e Urbanismo da UCS, orientados e acompanhados pela professora Terezinha Buchebuan, coordenadora do TaliesEM. O resultado será apresentado aos produtores e gestores da Cooperativa, em um encontro na noite de terça-feira, às 19h, na Sala Florense, no Bloco M do Campus-Sede da Universidade. A docente explica que, a atuação dos acadêmicos junto aos agricultores, donos de agroindústrias e associados da Cooperativa, partiu de uma demanda social que chegou ao Projeto UCS Carreiras.

 

O relatório geral e final também contém o histórico de cada uma das 12 agroindústrias beneficiadas. Durante o levantamento, a professora e os alunos conversaram com os agricultores e suas famílias e, a partir da realidade vista, puderam elaborar um histórico. ?Como somos um escritório modelo, atuamos junto a comunidades e a entidades que tenham ações de cunho social, como é o caso da CAAF?, comenta a professora, que é doutoranda em Planejamento Urbano e Regional.  ?Foi uma troca de experiências interessante para todos, pois muitos estudantes não conheciam nosso interior e nem tinham tido contato com edificações antigas, com valor patrimonial e que poderiam ser preservadas. Também puderam agregar a teoria à prática, além de ajudar a registrar a história das agroindústrias?, complementa Terezinha.

 

Conforme a legislação sanitária (RDC 216 e RDC 275), os estabelecimentos produtores/industrializadores de alimentos não devem ter contra fluxo no processo produtivo, para evitar a contaminação dos produtos por meio de contaminação cruzada. ?A entrega desse documento é apenas uma etapa do processo de adequação das agroindústrias. O principal é o que acontece no dia a dia da produção, a incorporação das Boas Práticas, a consciência da sua importância para a fabricação dos produtos?, observa a Responsável Técnica da CAAF, Mariane Reghelim.

 

Das 16 agroindústrias associadas à Cooperativa CAAF, 12 participaram desse projeto com a Universidade. As demais já possuem a planta baixa, conforme sua estrutura física atual. São empreendimentos que fabricam pães, bolos, massas, biscoitos, doces de fruta, extrato de tomate, rapadura, barrinhas de cereal e produtos minimamente processados (aipim).

 

A CAAF

A Cooperativa dos Agricultores e Agroindústrias Familiares de Caxias do Sul (CAAF) é formada por pequenos agricultores familiares de Caxias do Sul e região (produtores de hortaliças, frutas e agroindustrializados) que encontraram no cooperativismo uma maneira de organizar a produção e a comercialização, além de fortalecer a agricultura familiar, dar sustentabilidade às pequenas propriedades rurais e tornar a atividade no campo viável, especialmente para os jovens.

 

A produção de seus 272 cooperados atende, diariamente, cerca de 50 mil crianças das redes estadual e municipal de ensino de Caxias do Sul. São 205 instituições de Caxias do Sul e região que recebem os produtos da CAAF na merenda escolar. Além disso, a cooperativa atende mercados institucionais, como quartel e hospitais, e outras instituições de ensino da região.  A Cooperativa também atua em parceria com o Governo do Estado do Rio Grande do Sul e com o Governo Federal, por meio dos Programas Nacionais de Aquisição de Alimentos.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia