YouTube Facebook Instagram
 

  07/06/2019 | 07h05     Atualizado em 07/06/2019 | 07h12

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Morre empresário caxiense Nelson Sbabo aos 83 anos

Últimas homenagens são prestadas na Capela A do Memorial São José

Julio Soares | Objetiva
Julio Soares | Objetiva

O empresário caxiense Nelson Sbabo, 83 anos, morreu na noite desta quinta-feira, 06, em Caxias do Sul. Ele estava internado no Hospital da Unimed. Sbabo deixa cinco filhos e cinco netos. 

 

As últimas homenagens ao empresário Nelson Sbabo são prestadas na Capela A do Memorial São José. A cremação está prevista para às 18h, no Memorial Crematório São José.

 

Nelson Sbabo
Nasceu em 16 de março de 1936, em Galópolis, Caxias do Sul. Exerceu o mandato de vereador no município de 1972 até 1976. Em 1984, formou-se bacharel em Direito. Foi fundador e diretor-administrativo da Formolo Madeiras Ltda, coligada da empresa Formolo Materiais para Construção Ltda, da qual participava de março de 1960 até hoje, como sócio e diretor. Foi fundador e presidente da Associação dos Comerciantes de Materiais para Construção de Caxias do Sul (Acomac), de 1988 a 1989, e primeiro vice-presidente da Federação das Acomacs do Rio Grande do Sul.

 

Foi diretor-tesoureiro do Sindimadeira e era membro do Conselho Consultivo da entidade. Também já foi presidente do Círculo Operário Caxiense. Em 1972, deu início ao seu trabalho de pressão junto ao governo do estado pela conclusão da RST-453, a Rota do Sol. Participava como membro da CIC desde 1974, ocupando inicialmente o cargo de conselheiro. Posteriormente, o de diretor de Infraestrutura e de coordenador da Comissão Pró-conclusão da Rota do Sol, trabalho que teve início em 1972 e se estendeu até a sua conclusão, em 20 de dezembro de 2007, totalizando uma luta de 35 anos. Foi vice-presidente de Comércio da CIC na gestão 2008-2011. Também já ocupou o cargo de coordenador da Diretoria de Infraestrutura e Política Urbana da entidade.

 

Nelson Sbabo foi o 45º presidente do Conselho Executivo da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC). Ele presidiu a entidade nos anos 2016 e 2017.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia