YouTube Facebook Instagram

  11/06/2019 | 15h28     Atualizado em 11/06/2019 | 16h09

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Realidade econômica dos metalúrgicos é exposta na 1ª reunião de negociação do reajuste salarial 2019

SIMECS pondera questão econômica durante encontro com o Sindicato dos Metalúrgicos

Adriana Miorelli
Adriana Miorelli

A comissão do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico - SIMECS realizou nesta terça-feira, 11, a primeira reunião com o Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Caxias do Sul, dando início ao processo de negociação salarial 2019.


 


Durante o encontro, o presidente do SIMECS, Reomar Slaviero reiterou a importância do clima de diálogo recíproco e o bom nível que deve regular toda negociação desse porte e importância.


 


Por sua vez, o Consultor de Planejamento do SIMECS, Rogério Gava fez a apresentação dos dados macroeconômicos, bem como dos resultados da indústria caxiense até abril, mostrando o momento ainda delicado por que passam as empresas do setor. De forma mais específica, comentou-se sobre a lentidão do processo de recuperação econômica, os dados do desemprego e as perdas sofridas pela indústria de Caxias nos últimos quatro anos.


 


O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Assis Melo, relatou que a realidade dos trabalhadores é o arrocho salarial, principalmente, devido à rotatividade. "Em 2018, foram contratados 16 mil metalúrgicos em Caxias do Sul. Porém, 13 mil foram demitidos. Em decorrência disso, houve perda de 18% nos salários dos recontratados. Acumulado em seis anos, esse índice chega a 33%. Precisamos encontrar um caminho para recuperar o poder de compra dos salários. Caxias precisa voltar a crescer, para isso precisa que os trabalhadores tenham poder de compra".


 


Ainda de acordo com o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, ?eles (SIMECS) chegaram a sinalizar a reposição da inflação (INPC é 4,78%). Mas, isso é insuficiente?, declarou o presidente.


 


 


Ao final do encontro, foi confirmada a segunda reunião para a próxima terça-feira, dia 18 de junho, às 9h.


 


A data-base é 1º de junho envolvendo 3.053 empresas e 48.145 trabalhadores dos municípios de Caxias do Sul, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Nova Pádua, Nova Roma do Sul e São Marcos.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia