YouTube Facebook Instagram
 

  13/06/2019 | 08h09     Atualizado em 13/06/2019 | 08h42

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Mais de 70% dos servidores que atuam nas escolas municipais irão aderir à greve

O objetivo é protestar contra o projeto do governo da reforma da previdência

José Cruz/Agência Brasil
José Cruz/Agência Brasil

Após as manifestações massivas do #15M e #30M (15 e 30 de maio), trabalhadores e trabalhadoras vão entrar em greve geral no dia 14 de junho. O objetivo é protestar contra o projeto do governo da reforma da previdência. Também fazem parte das reivindicações temas como maior geração de empregos formais, retomada do crescimento da economia e contingenciamento na Educação.

 

Servidores municipais e estaduais, professores, bancários, metalúrgicos, químicos, entre outros, partiparão da greve. Estima-se que mais de 70% dos servidores que atuam nas escolas municipais irão aderir à paralisação.

 

Confira a programação:

8h30 ? Ponto de encontro: largo da Prefeitura

9h15 ? Caminhada até  a Praça Dante Alighieiri

10h ? Ato em defesa da aposentadoria, educação e emprego (Praça Dante Alighieri)

16h30 ? Ato em defesa da aposentadoria, educação e emprego (Praça Dante Alighieri)

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia