YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  17/07/2019 | 16h39     Atualizado em 17/07/2019 | 16h41

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Comissão do Idoso obtém mais apoio na busca por delegacia especial

Flores da Cunha e Bento Gonçalves se somam ao movimento parlamentar caxiense

Clever Moreira
Clever Moreira

Mais dois importantes passos foram dados pela Comissão do Idoso, da Câmara Municipal, para que Caxias do Sul tenha uma Delegacia Especial de Proteção ao Idoso, de caráter regional: o apoio da Prefeitura de Flores da Cunha e o encaminhamento, por parte da Prefeitura de Bento Gonçalves, de ofício ao Governo do Estado aderindo ao movimento.

 

Nesta quarta-feira (17/07), o presidente da Comissão do Idoso, Felipe Gremelmaier/MDB, reuniu-se com o prefeito de Flores da Cunha, Lídio Scortegagna/MDB. Também estiveram no encontro assessores dos vereadores Tatiane Frizzo/SD e Velocino Uez/PDT, que integram o grupo parlamentar, e o assessor da Comissão, que também é formada por Adiló Didomenico/PTB e Renato Oliveira/PCdoB.

 

O prefeito florense recebeu um documento, no qual a Comissão explica a importância da Serra Gaúcha ter uma repartição da Polícia Civil especializada em crimes contra pessoas com ou mais de 60 anos. No Rio Grande do Sul, apenas Porto Alegre e Santa Maria contam com esse serviço. Lídio Scortegagna concordou e oficializará a adesão do município junto ao Governo do Estado. No dia 10 deste mês, o vice-governador e secretário estadual de Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, recebeu documento assinado pelo vice-prefeito de Bento Gonçalves, Aido José Bertuol, no qual o município declara apoio à instalação da DP, principalmente para combate a crimes financeiros contra idosos.

 

No começo do mês, o prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin/PP, recebeu a Comissão do Idoso e, além de ingressar no movimento pela delegacia, ficou de levar o assunto à Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (AMESNE), a qual ele preside. O Procon de Bento, assim como o de Caxias do Sul, também defende a causa. A Comissão do Idoso já havia obtido adesão do Parlamento Regional, da Procuradoria-Geral do Estado, do Ministério Público e da Delegacia Regional da Polícia Civil, além de entidades como o Conselho Municipal do Idoso. O processo para criação da DP tramita no Governo do Estado.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia