YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  20/08/2019 | 14h21     Atualizado em 20/08/2019 | 14h36

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Votação da Consulta Popular ocorre nos dias 4, 5 e 6 de setembro

Eleitores dos municípios do Corede Serra vão escolher três entre cinco projetos de desenvolvimento regional para recebimento de recursos do Estado

Divulgação
Divulgação

O eleitorado dos 32 municípios da região de abrangência do Conselho Regional de Desenvolvimento da Serra (Corede Serra) poderá escolher três entre cinco áreas ? inovação nas empresas, turismo regional, desenvolvimento rural, capacitação ambiental e competitividade produtiva ? para o recebimento de recursos pelo Estado por meio do processo da Consulta Popular 2019. O investimento total de R$ 628 mil será dividido igualmente entre as propostas eleitas.


A votação ocorre nos dias 4, 5 e 6 de setembro. Cada eleitor poderá escolher um entre os cinco projetos listados (confira detalhes abaixo). A votação será feita por meio do site www.consultapopular.rs.gov.br/ ou por SMS, e alcança os 28 Coredes do Estado, cada um com suas prioridades previamente indicadas. As prioridades da Serra foram definidas no Plano Estratégico de Desenvolvimento Regional 2015 ? 2030.


Na região do Corede Serra, o processo é gerido pela Assessoria de Desenvolvimento Regional (ADRE) da Universidade de Caxias do Sul, com coordenação-executiva da professora Mônica Mattia.


Saúde, educação e segurança - A Consulta Popular no atual formato existe desde 1998 no Rio Grande do Sul. Diferentemente de edições anteriores, neste ano a Consulta Popular não contará com demandas para saúde, educação e segurança. ?As políticas públicas de segurança, saúde e educação estarão asseguradas no orçamento do Estado. Assim, vamos garantir na consulta recursos para promover o desenvolvimento das regiões conforme o que seus moradores considerarem mais importante?, destacou o governador Eduardo Leite em reunião com os representantes dos Coredes que alinhou as estratégias para o processo.

 

O Estado disponibilizará um total de R$ 20 milhões para distribuição nas regiões dos Coredes de acordo com critérios como quantidade de habitantes e Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese). A aplicação será em projetos de desenvolvimento regional, valorizando propostas que ampliam o crescimento econômico, a ciência e a inovação em áreas como agricultura, infraestrutura e turismo, entre outras.

 

Os projetos do Corede Serra

1- Apoio ao Programa Inova-RS ? programa do governo do Estado voltado à sensibilização, capacitação, e estímulo à inovação nas empresas gaúchas, envolvendo o setor produtivo, universidades, governo e entidades de classe.


2- Apoio ao circuito integrado de turismo da Serra Gaúcha ? cujo objetivo é promover os produtos turísticos das regiões dos Coredes Serra, Hortênsias e Campos de Cima da Serra de forma integrada, cujo roteiro logístico é interligado por 575 km de rodovias.


3- Desenvolvimento rural ? projetos de apoio à agricultura familiar.


4- Capacitação dos servidores municipais ? para o licenciamento ambiental.


5- Apoio aos arranjos produtivos locais ? Para o desenvolvimento de projetos pelos APLs Metalmecânico, Moveleiro, da Moda, e da Tecnologia da Informação e Comunicação para melhorar a competitividade das empresas vinculadas a esses setores.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia