YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  02/09/2019 | 17h15     Atualizado em 02/09/2019 | 17h18

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

CAT da Festa da Uva começa a emitir Certificado de Vacinação Contra a Febre Amarela

Atendimento ocorre nas segundas e quartas-feiras, das 13h às 16h

Ingrid Fochezatto
Ingrid Fochezatto

O Certificado Internacional de Vacinação de Profilaxia (CIVP) contra a Febre Amarela de Caxias do Sul passou a ser emitido no Centro de Atenção ao Turista (CAT) dos Pavilhões da Festa da Uva, a partir desta segunda-feira (02/09). No primeiro dia de atendimento no novo posto, foram emitidos cerca de 20 documentos.

 

O funcionamento será nas segundas e quartas-feiras, das 13h às 16h, e será realizado por servidores da Secretaria Municipal do Turismo (Semtur). O serviço é destinado somente a moradores de Caxias do Sul. Para receber o certificado é necessário, primeiramente, fazer a vacina em qualquer UBS, que entregará um comprovante de vacinação ao usuário. Em seguida o morador deverá realizar um pré-cadastro no site da Anvisa (www.anvisa.com.br/viajante). Depois de 10 dias da aplicação da vacina e realizado o pré-cadastro, o usuário poderá emitir o certificado.


O certificado também pode ser emitido pela internet, sem a necessidade de sair de casa. Para isso, basta realizar um cadastro no Portal de Serviços do Governo Federal, no link https://bit.ly/30PnjkW,preencher alguns dados e imprimir o documento, que tem a mesma validade.


A emissão é gratuita. Vale reforçar que a vacina deve ser feita com antecedência de, no mínimo, 10 dias da viagem. As orientações à necessidade de vacinação referentes ao país de destino podem ser consultadas no Portal da Anvisa, no link: http://portal.anvisa.gov.br/servicos/viajantes.

 

Atendimento web

 

As pessoas que precisam emitir o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) podem solicitá-lo sem precisar sair de casa.

Para utilizar a opção, faça o cadastro no Portal de Serviços do Governo Federal.

 

Passo a passo para solicitar emissão do Certificado Internacional de Vacinação contra a Febre Amarela

 

Os navegadores recomendados são: Chrome, Firefox, Safari e Microsoft Edge

A solicitação pode ser feita em dispositivos móveis (iOS e Android)

Cadastramento no Portal de Serviços do Governo Federal
Acesse a página www.servicos.gov.br;
No canto superior direito clique em ENTRAR / CADASTRAR;
Siga as instruções de cadastramento, para gerar sua senha.

 

2. Fazer a solicitação de emissão do Certificado Internacional de Vacinação

Acesse a página www.servicos.gov.br;
No canto superior direito clique em ENTRAR. Utilize a senha cadastrada;
No campo de busca, digite ?Certificado Internacional de Vacinação?;
Preencha os dados solicitados e anexe arquivo de imagem ou cópia digitalizada de documento de identificação (passaporte, carteira de identidade ou certidão de nascimento) e do comprovante de vacinação nacional com os dados completos.

 

Dentro de 5 dias úteis, o cidadão receberá o documento por e-mail, ou orientações para correção de dados.

 

Atendimento presencial

 

Necessário realização de cadastro, apresentação de documentos e comparecimento presencial nos dias e horários de atendimento.

 

Para expedição do certificado é necessário
Documento de identificação com foto, atualizado;
Comprovante de vacinação contra a febre-amarela;
Para maiores de 18 anos, comprovante de residência em Caxias do Sul no próprio nome ou título de eleitor vinculado a Caxias do Sul;
Ter realizado o cadastro do viajante no site da ANVISA, no site https://viajante.anvisa.gov.brclicando no canto inferior esquerdo no botão "Cadastrar Viajante".

 

Informações importantes
O certificado será emitido somente após realização prévia do cadastro no site da ANVISA;
Durante o atendimento presencial, apresentar o mesmo documento de identificação com foto, informado no cadastro;
Aos menores de 18 anos, fica facultada a presença ao atendimento, que poderá ser realizado através dos responsáveis legais;
Para outras informações, acesse https://viajante.anvisa.gov.br

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia