YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  03/09/2019 | 16h01     Atualizado em 03/09/2019 | 16h24

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Câmara de Vereadores rejeita novo pedido de impeachment do prefeito Daniel Guerra

A decisão foi tomada por 14 votos a oito nesta terça-feira

Divulgação
Divulgação

A Câmara de Vereadores rejeitou por 14 votos a oito, nesta terça-feira, 03, a admissibilidade do sexto pedido de impeachment contra o prefeito de Caxias do Sul Daniel Guerra. 

 

O pedido foi protocolado pelo ex-subprefeito de Vila Oliva Jefferson Côrtes na última quinta-feira, dia 29. Ele denunciou o prefeito por improbidade administrativa e crime de responsabilidade.

 

O prefeito Daniel Guerra se manifestou por meio de nota à rejeição ao pedido de impeachment:

 

"A comunidade caxiense rejeita completamente o uso desse tipo de manobra que só tem um intuito: prejudicar a nossa própria cidade. Lamentamos que alguns vereadores tenham votado a favor de um pedido completamente descabido, o que revela uma agressão ao sagrado voto dos caxienses e à própria Democracia".

 

Este foi o sexto pedido de impedimento que ingressou na Câmara, nesta XVII Legislatura (2017-2020). As cinco anteriores também terminaram arquivadas. O rito se baseou no decreto-lei federal 201/1967, com amparo no Regimento Interno da Casa.

 

Em plenário, diversos vereadores se manifestaram. Prevaleceu a opinião de que o impedimento não seria a forma adequada para a situação. Ou seja, apurar se houve dano ao erário, na situação do terreno, e encaminhar a devida punição.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia