YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  14/11/2019 | 15h54     Atualizado em 14/11/2019 | 15h58

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Começa a segunda etapa da campanha de vacinação contra o sarampo

De 18 a 30 de novembro devem ser imunizados adultos de 20 a 29 anos

Divulgação
Divulgação

Nesta segunda-feira (18/11) inicia em todo o país a segunda etapa da campanha de vacinação contra o sarampo. O foco é imunizar adultos de 20 a 29 anos, conforme orientação do Ministério da Saúde. Em Caxias do Sul, mais de 73,8 mil pessoas devem ser vacinadas até 30 de novembro. A meta é atingir pelo menos 95% desta população alvo.

 

Segundo Andréa Dal Bó, coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o objetivo é aumentar a cobertura vacinal, já que a doença voltou a ser registrada no Brasil. Caxias do Sul não tem casos confirmados da doença, mas no Rio Grande do Sul há 32 notificações neste ano. O Brasil já contabiliza mais de 10,4 mil casos, concentrados principalmente no estado de São Paulo.

 

A campanha é seletiva, ou seja, só deve receber a vacina quem nunca foi imunizado ou está com o esquema incompleto. Por isso, é importante apresentar o Cartão de Vacinação, para conferência, além do Cartão SUS. As doses estão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

 

Para facilitar o acesso do público-alvo à prevenção, o Dia D da mobilização será realizado em 30 de novembro, um sábado. Nesta data, todos os postos de saúde estarão abertos das 8h às 17h, sem fechar ao meio-dia, exclusivamente para imunização dos adultos de 20 a 29 anos de idade.

 

Andréa explica que durante a campanha há uma intensificação dos esforços pela imunização, mas lembra que as doses estão disponíveis de forma permanente em todas as UBSs, para aplicação de rotina conforme o calendário vacinal.

 

Pessoas de um a 29 anos de idade necessitam de duas doses com componente contra o sarampo para serem considerados imunizadas. Indivíduos de 30 a 49 anos precisam de uma dose. Profissionais da área da saúde, independentemente da idade, devem receber duas doses da vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) para serem considerados imunizados.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia