YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  25/03/2020 | 10h36     Atualizado em 25/03/2020 | 11h15

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Prefeitura de Caxias do Sul reforça o pedido de prevenção e combate ao coronavírus no município

Divulgação
Divulgação

Uma live sobre os decretos de prevenção e combate ao coronavírus no município de Caxias do Sul foi realizada nesta quarta-feira pelo Prefeito Flávio Cassina, do Vice-prefeito Edio Elói Frizzo e também pela médica infectologista e diretora das Vigilâncias da Secretaria Municipal da Saúde Andréa Dal Bó.

 

Durante a transmissão da live, foi explicado a importância dos decretos e também defenderam as medidas tomadas pelo governo municipal. O chefe do executivo Flávio Cassina pediu a compreensão e o pedido para a população ficar em casa.

 

O vice-prefeito Eloi Frizzo alertou que a Secretaria da Saúde tem buscado toda uma articulação com os hospitais, para que se eventualmente o pico de infecção fugir do controle, tenham condições de atender a população, além de um contato constante com o governo estadual para ajudar.

 

Confira as novas medidas:
1 - Os estabelecimentos fechados para o público, como o comércio e a indústria, agora o de serviços podem ter atividades internas para a manutenção e segurança, bem como para a realização de transações comerciais por meio de aplicativos, internet, telefone e os serviços de entrega de mercadorias, deve adotar o escalonamento de mão-de-obra necessária a fim de evitar aglomerações;
2 -  A proibição de novas hospedagens em hotéis, motéis e pousadas, não se aplica a moradores da cidade que precisem se afastar de sua residência por residir com pessoa incluída no grupo de risco, residir com pessoa suspeita de contaminação ou profissionais da área da saúde;

3 - Farmácias e supermercados dos shoppings centers podem funcionar (dentro das normas já estabelecidas de redução de funcionários e restrição de público interno);
4 -  Incluiu-se medicamentos agropecuárias e insumos agrícolas, no item das clínicas veterinárias em regime de plantão e comércio de rações;
5 - Restaurantes e lanchonetes poderão realizar atividades no sistema tele-entrega e pegue e leve;
6 - Postos de Combustíveis poderão funcionar das 7h às 19h, de segunda a sábado, ficando ainda vedada a manutenção de mesas para consumo nas dependências das lojas de conveniência;
7 - Incluiu-se TI e data centers, no ítem dos serviços de telecomunicações e de processamento de dados;
8 - Autoriza o transporte de cargas, desde que atendam os serviços essenciais;
9 - Podem abrir oficinas mecânicas, borracharias, chapeação, comércio de peças, elevadores e refrigeração, e outros estabelecimentos e/ou serviços que atendam aos serviços elencados;
E, por fim,
O descumprimento das medidas restritivas previstas no Decreto são passíveis de advertência e multa, conforme previsto na Lei Complementar nº 377, de 22 de dezembro de 2010 (Código de Posturas do Município) e legislações correlatas. Na reincidência, os estabelecimentos estarão sujeitos à interdição total ou parcial da atividade e cassação de alvará de localização e funcionamento previstas na Lei Complementar nº 377/2010 (Código de Posturas do Município) e legislações correlatas. As medidas previstas neste Decreto poderão ser reavaliadas a qualquer momento, de acordo com a situação epidemiológica do Município e terão validade por 15 dias.

 

O decreto na íntegra está no Diário Oficial do Município no www.caxias.rs.gov.br.

 

A médica infectologista e diretora das Vigilâncias da Secretaria Municipal da Saúde Andréa Dal Bó voltou a explicar a gravidade do Coronavírus e confirmou que por enquanto em Caxias do Sul, tem 7 casos confirmados (2 curados), 35 suspeitos e 43 descartados de coronavírus. Todos os casos confirmados estão estáveis e em isolamento domiciliar.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia