YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  21/05/2020 | 16h37     Atualizado em 21/05/2020 | 16h39

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Prefeitura de Caxias inicia a realização de testes para o diagnóstico de Covid-19

Laboratório Municipal tem capacidade de fazer até 96 exames por dia

Andréia Copini
Andréia Copini

A Prefeitura de Caxias do Sul, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), iniciou a realização de testes para diagnóstico de Covid-19. O Laboratório Municipal da Central de Exames Complementares, localizado no 2º andar do prédio da SMS, tem capacidade para fazer até 96 exames por dia utilizando o método RT-PCR. Esse método tem elevada precisão, podendo detectar o RNA viral do Covid-19 no organismo, baseado no protocolo do Instituto de Virologia de Charité, Alemanha. Na última semana, os servidores receberam treinamento e passaram pela chamada fase de padronização, quando é estabelecido um modelo para a execução dos exames.

 

O Prefeito Flávio Cassina, o Vice-Prefeito Edio Elói Frizzo, a Chefe de Gabinete e secretária de Governo, Grégora Fortuna dos Passos, o secretário da Saúde, Jorge Olavo Hahn Castro, e demais diretores da pasta, o presidente da Comissão de Saúde, vereador Rafael Bueno, a coordenadora da 5ª Coordenadoria Regional de Saúde, Tatiane Fiorio, o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Alexandre Silva e o representante do Rotary Club Imigrante, Valery Lorandi visitaram o Laboratório Municipal para conhecer o processo, na manhã desta quinta-feira (21).

 

As amostras das secreções das vias respiratórias (nariz e garganta) dos casos suspeitos são utilizados para análise através da coleta por meio de swabs. O material passará por diferentes estágios de preparação, para fins de extração do RNA Viral e para posterior amplificação do alvo para determinar a presença do SARS COV-2.

 

O titular da SMS, Jorge Olavo Hahn Castro, explica que dessa forma irá reduzir o tempo para obter o resultado e o Município conseguirá expandir os testes de forma segura. "A intenção é ir ampliando de forma gradativa o número de testes por dia, na medida que obtivermos mais insumos. O PCR é um exame seguro e confiável, diferente do teste rápido que tem as suas particularidades. Nosso laboratório já tem os padrões de qualidade e biossegurança exigidos pelo Ministério da Saúde, pela OPAS e a OMS, pois já realiza exames de HIV e HCV. A equipe de bioquímicos foi capacitada e está apta para realizar exames da Covid-19 também".

 

Frizzo reforçou a importância do Município contar com servidores qualificados. "Ficamos muito felizes em ter capacidade e qualidade aqui, dentro da nossa casa. Em um momento tão importante como esse, vocês, servidores, também entrarão para a história executando esses testes".

 

Seguindo os critérios do Ministério da Saúde, os exames para Covid-19 são realizados em profissionais da saúde, profissionais da segurança penitenciária, profissionais da Guarda Municipal, Fiscalização Municipal de Trânsito, Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Departamento Estadual de Trânsito e do Instituto Geral de Perícias, pacientes em internação hospitalar por síndrome respiratória aguda grave, gestantes e idosos a partir do 60 anos com síndrome gripal.

 

Além disso, o Município também contratou 400 exames utilizando o método RT-PCR com a Universidade de Caxias do Sul. Cada um deles tem o custo de R$ 195,00 e serão utilizados conforme demanda.

Após, o grupo foi até o Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs) conhecer o aparelho de aférese que será utilizado para coletar plasma convalescente. O equipamento é utilizado para coleta de plaquetas e foi doado pelo Rotary Club de Caxias do Sul ? Imigrante, em dezembro de 2018. A aférese é o processo pelo qual o sangue é retirado de um indivíduo, doador ou paciente, com a separação de seus componentes por um equipamento próprio, retendo a porção que se deseja, neste caso o plasma, e devolvendo os demais componentes a quem estiver doando ou recebendo o sangue.

 

O Prefeito Cassina terminou a visita muito satisfeito. "Caxias do Sul é a 1ª cidade do Rio Grande do Sul a utilizar o plasma convalescente para ajudar a tratar pacientes graves infectados com o vírus. Também somos uma das únicas Prefeituras do Estado a realizar os próprios exames de Covid. Podemos dizer que sairemos fortalecidos dessa pandemia graças a essa equipe qualificada".

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia