YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  13/07/2020 | 09h44     Atualizado em 13/07/2020 | 09h50

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Estado recebe 63 pedidos de reconsideração das bandeiras da 10ª rodada do Distanciamento Controlado

Classificação preliminar aponta 15 regiões com risco epidemiológico alto, por isso receberam bandeira vermelha

Divulgação
Divulgação

Após o prazo de 36 horas, o governo do Estado recebeu 63 pedidos de reconsideração da classificação preliminar da décima rodada do Distanciamento Controlado. Municípios e associações regionais tinham até as 6h deste domingo (12/7) para formalizar os recursos.

 

A partir de agora, os dados e justificativas apresentados serão analisados para que, nesta segunda-feira (13/7), o Gabinete de Crise tome a decisão e divulgue o mapa definitivo vigente a partir de terça (14).

Nesta rodada, o Estado atingiu maior número de bandeiras vermelhas desde o início do Distanciamento Controlado, em 10 de maio. Conforme o mapa divulgado na sexta-feira (10/7), 15 regiões foram classificadas com risco epidemiológico alto da Covid-19. As cinco restantes ficaram com bandeira laranja (risco médio).

 

No entanto, não foi a semana em que o governo recebeu o maior número de recursos. No dia 28 de junho (oitava rodada), haviam sido 67 pedidos. Na semana passada, 37 e, em 21 de junho, primeira vez em que o Estado abriu esta instância recursiva, foram feitas 30 solicitações.

 

Municípios que não precisam de recurso

Dos 391 municípios que compõem as áreas com bandeira vermelha, 218 cidades não tiveram registro de hospitalização e óbito por Covid-19 de morador nos 14 dias anteriores ao levantamento. Por isso, se adequam à chamada Regra 0-0: podem adotar protocolos de bandeira laranja sem necessidade de encaminhar recurso. Basta que as prefeituras façam um decreto, com regulamento próprio.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia