YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  20/07/2020 | 17h18     Atualizado em 20/07/2020 | 17h19

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

"As empresas já não têm mais como suportar as consequências deste modelo", diz presidente da CIC Caxias

Região de Caxias do Sul segue na bandeira vermelha no Programa de Distanciamento Controlado

Divulgação
Divulgação

O governador do estado, Eduardo Leite, confirmou na tarde desta segunda-feira (20) que a região de Caxias do Sul permanece na bandeira vermelha no Programa de Distanciamento Controlado. Ao avaliar a decisão, o presidente da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC Caxias), Ivanir Gasparin, lamentou. "As empresas já não têm mais como suportar as consequências deste modelo. É preciso encontrar meios de preservar a saúde pública sem comprometer a economia", afirmou o presidente da CIC Caxias, Ivanir Gasparin.

 

Por meio de correspondência entregue a Eduardo Leite na semana passada, a CIC Caxias, endossada por prefeitos, entidades de classe, deputados estaduais e empresários, reivindicou mudanças no programa com o objetivo de aprimorar o atual sistema de bandeiras, que prevê protocolos de distanciamento social por região. A proposta é conferir maior autonomia aos municípios gaúchos na adoção destes protocolos. "Estamos buscando todas as formas possíveis para minimizar o impacto do atual modelo sobre a atividade econômica, que tem enfrentado muitas perdas. A falta de previsibilidade afeta os negócios e enfraquece a capacidade de as empresas manterem as vendas e, consequentemente, os empregos", argumentou o presidente da CIC Caxias, Ivanir Gasparin.

 

Ele também ponderou que a população precisa tomar maior consciência do problema e colaborar, evitando, sempre que possível, se expor ou expor outras pessoas ao risco de contágio.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia