YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  31/07/2020 | 08h55     Atualizado em 31/07/2020 | 08h56

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Denise lamenta redução de repasse para escolas infantis credenciadas

O projeto foi aprovado por unanimidade durante a sessão

Gabriel Lain
Gabriel Lain

O projeto que autoriza o Executivo a pagar 50% do valor de cada vaga em escolas infantis particulares credenciadas voltou ao debate durante a sessão desta quinta-feira, 30, na Câmara. Segundo o projeto, a redução se dá devido aos efeitos da pandemia COVID-19 e atinge escolas com atendimento de turno parcial e/ou integral de crianças de 0 a 5 anos. 
 
A vereadora Denise Pessôa lamentou que Caxias do Sul não tenha escolas infantis 100% públicas. "As escolas que priorizaram atender o poder público serão prejudicadas. Se receberem a metade, terão a metade do orçamento para administrar os negócios", destacou. A parlamentar lembrou ainda que a queda de arrecadação pode fazer com que as escolas corram o risco de não reabrir. "Essa relação do poder público com a iniciativa privada terá um grande machucado. Teremos um apagão na educação infantil", lamentou.
 
O projeto foi aprovado por unanimidade durante a sessão.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia