YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  06/08/2020 | 16h26     Atualizado em 06/08/2020 | 16h27

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Vereadores aprovam pedido de informações sobre Proteção Animal em Caxias do Sul

Serviço de castrações, obras do Centro de Bem-Estar Animal e casos de maus tratos estão entre os questionamentos

Gabriela Bento Alves
Gabriela Bento Alves

Os vereadores caxienses aprovaram, de forma unânime, na sessão ordinária desta quinta-feira (06/08), o requerimento 37/2020, de autoria do vereador Renato Oliveira/PCdoB, que solicita informações sobre a situação da Proteção Animal e a construção do Centro de Bem-Estar Animal, em Caxias do Sul. Agora, a Prefeitura tem até 30 dias para encaminhar as respostas.

 

No documento, o vereador aponta que, em 2019, foi aprovada verba de R$ 3 milhões para a construção do Centro, mas que, até o atual momento, as obras ainda não foram iniciadas de fato. "Se foi aprovada essa verba, agora esta sendo feito o que com esse dinheiro? Nós precisamos saber, independente de quem esteja no governo", afirmou Oliveira.

 

Nesse sentido, alguns dos questionamentos são as previsões do início das obras e quem o Executivo encarregou como responsáveis para a certificação de que o Código de Proteção Animal esteja sendo aplicado corretamente.

 

A situação do serviço de castração dos animais na cidade também é levantada pelo requerimento. O funcionamento e qual é o caminho que os cidadãos devem seguir para ter acesso ao serviço também são perguntados pelo parlamentar. Oliveira questiona onde estão dispostas essas informações à comunidade e qual instituição possui contrato com a Prefeitura para a realização. O Executivo ainda deve encaminhar cópia do contrato com a empresa.

 

O vereador Rafael Bueno/PDT defendeu o serviço de castração e a importância de que seja contínuo, além de criticar aqueles que adotam animais e os descartam pela área urbana e Interior. Ainda na discussão do documento, a vereadora Tatiane Frizzo/PSDB esclareceu de que a Prefeitura não tem cancelado as cirurgias, mas que o contrato com a Clínica prestadora do serviço está chegando ao fim no mês de agosto. A parlamentar afirmou que o Município está realizando tratativas para que o trabalho seja continuado.

 

A atual situação do Canil Municipal também consta na matéria. O número de animais abrigados no canil e quantos funcionários estão trabalhando no local devem ser informados.

 

Os recentes casos de maus tratos a animais, como o de um cachorro que foi encontrado enforcado no Parque dos Macaquinhos, também estão presentes no documento. Renato Oliveira quer saber quais medidas que a Prefeitura tomou em referência ao crime. Rafael Bueno ainda destacou que esse caso gerou comoção, pois estava em local público, com circulação de pessoas e que teve destaque na mídia, mas que não é exclusivo. "Ele é só mais um em uma lista de intermináveis casos de maus-tratos", afirmou Bueno.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia