YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  04/09/2020 | 13h36     Atualizado em 04/09/2020 | 13h39

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Prefeitura de Caxias informa que 40 escolinhas privadas podem reabrir na próxima terça-feira

Além do plano de contingência aprovado pelo COE, a direção tem que retirar a comunicação de despacho na SMU para a abertura

Agência Brasil
Agência Brasil

A Secretaria do Urbanismo de Caxias do Sul informa que 40 escolas de Educação Infantil Privadas do município (relação no www.caxias.rs.gov.br) podem iniciar suas atividades na próxima terça-feira (08/09), de um total de cerca de 150 pedidos protocolados na pasta.

 

Para iniciar as atividades, a escola precisa ter seu plano de contingência aprovado pelo COE (Centro de Operações de Emergências da Saúde), formado por equipes das Secretarias da Saúde, Educação e Urbanismo, e retirar a comunicação de despacho da SMU. "É necessário ter em mãos todos estes documentos para a reabertura da escola, caso contrário a instituição é passível de fiscalização e multa por descumprimento de decretos e questões sanitárias, que pode chegar até R$ 35 mil. Durante as próximas semanas, as demais escolas, que já tiveram seus plano protocolados e aprovados, estarão sendo comunicadas para a volta das atividades", informa o secretário do Urbanismo, João Uez.

 

Mesmo autorizadas a reabrirem, as instituições de ensino, seguindo seus planos, a Secretaria Municipal da Saúde orienta a seguir os seguintes cuidados:

 

1. Uso de máscara por todos (a partir de dois anos) em tempo integral e solicitar que os professores estejam supervisionando o uso correto pelas crianças, ou seja, cobrindo boca e nariz;

2. Manter o distanciamento de 1,5 metro entre as crianças nas salas;
3. Não ter recreio;
4. Manter janelas e portas abertas;
5. Não permitir uso de bebedouros;
6. Não permitir compartilhamento de utensílios e brinquedos;
7. Higienização das mãos antes e após lanche, após uso do banheiro e de forma frequente;
8. Permitir a retirada da máscara somente durante o lanche;
9. Não levar a criança para a escola se estiver com quaisquer sintomas gripais, como coriza, febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, e se diarreia;
10. Não levar a criança para a escola, se alguém estiver com sintomas gripais em casa ou com teste positivo para Covid-19;
11. Orientar as crianças para não haver beijos, abraços ou apertos de mão.

 

A Prefeitura lembra que a volta às aulas é vedada se o município estiver em bandeira vermelha ou preta no Modelo de Distanciamento do Governo do Estado.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia