YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  18/09/2020 | 08h12     Atualizado em 18/09/2020 | 08h13

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Prefeitura deverá responder questionamentos sobre o atual canil municipal e projeto de novo espaço

O autor, vereador Rodrigo Beltrão, traz 130 questionamentos, divididos em dez temas relacionados ao bem-estar animal

Pedro Rosano
Pedro Rosano

De autoria do vereador Rodrigo Beltrão/PSB, o requerimento 42/2020 foi aprovado por unanimidade, pelos demais parlamentares, na sessão ordinária desta quinta-feira (17/09). O pedido de informações, contido no documento, questiona o Poder Executivo Municipal sobre a atual estrutura, funcionamento e serviços prestados pelo canil municipal, além de perguntas sobre o projeto de lei 87/2020, apresentado na semana passada por integrantes do governo, para a construção de novo espaço. A Prefeitura tem até 30 dias para encaminhar as respostas.

 

Segundo Beltrão, o requerimento, que possui 130 questionamentos, foi elaborado em parceria com entidades de proteção aos animais. Na matéria, as perguntas foram divididas nos seguintes temas: estrutura; atendimento aos animais; parcerias; funcionários; adoção; atendimento à população; voluntariado; diversos; troca de local e Centro de Bem-Estar Animal; fauna urbana de Caxias do Sul.

No quesito estrutura, os questionamentos ficam acerca da qualidade das casinhas onde os animais ficam abrigados, as condições do local para receber procedimentos cirúrgicos e os locais de recuperação. O requerimento se preocupa com questões de como está sendo feito o controle de brigas, de pulgas e vermes, o cuidado com filhotes e cadelas prenhas.

 

Sobre a fauna urbana de Caxias do Sul, o documento aborda quais medidas devem ser tomadas para que animais como ouriços, jabutis, urubus, capivaras, cobras, entre outros, sejam protegidos, caso apareçam no espaço urbano.

 

Outro enfoque que recebeu bastante destaque pelos vereadores foi o do projeto de lei 87/2020, que prevê a construção de novo canil municipal, na localidade de Travessão Solferino. Nas questões, Beltrão pergunta o porquê de a Prefeitura não ter entrado em contato com ONGs de proteção animal, para debater a viabilidade desse novo canil, no novo terreno.

 

O parlamentar indagou se esse empreendimento será baseado no já existente projeto do Centro de Bem-Estar Animal. O restante das perguntas, em relação ao PL, se volta às capacidades do espaço e a como serão feitos os cuidados básicos com saúde e abrigo, para os animais.

 

Nas declarações de votos, alguns vereadores apoiaram o requerimento e pediram atenção ao PL. Beltrão afirmou que o projeto precisa ser bem elaborado. "Preliminarmente, sem uma avaliação técnica, a área não é adequada", disse. Tatiane Frizzo/PSDB declarou que a necessidade de construção deste novo espaço é urgente e que deve haver um foco na fiscalização do abandono de animais. Segundo Tatiane, isso evitaria a superlotação.

 

Rafael Bueno/PDT quer mais tempo para que as comissões da Casa avaliem o projeto, pois o tema pede atenção, além da oportunidade de haver debate com entidades. Paulo Périco/MDB votou favorável, mas afirmou que todos os vereadores devem se empenhar em conhecer o projeto e estarem dispostos a conferir o novo local destinado para a construção. Arlindo Bandeira/PP, Renato Oliveira/PCdoB, e Velocino Uez/PTB (líder do Governo Cassina na Câmara) também declaram ser favoráveis.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia