YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  27/10/2020 | 13h29     Atualizado em 27/10/2020 | 13h36

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

PF realiza exercício simulado para utilização de drones nas eleições 2020

Divulgação
Divulgação

A Polícia Federal realizou, nesta terça-feira (27/10), exercícios simulados para utilização de drones como ferramenta para inibir e investigar a prática de crimes eleitorais durante o pleito de 2020. O treinamento acontece em todas as unidades da Polícia Federal do país.

 

O Delegado Regional de Combate ao Crime Organizado, Alessandro Maciel Lopes, detalha o objetivo da PF com a utilização dos drones. "O que buscamos é que no dia da votação não aconteçam crimes eleitorais (boca de urna, transporte de eleitores, etc), e os que eventualmente possam ocorrer, que seja possível identificar os infratores e obter as provas necessárias para a apuração do delito."

 

Serão utilizados, no Rio Grande do Sul, 16 drones, sendo 3 deles na Região Metropolitana. No Brasil, ao total, serão mais de 100 equipamentos. O Chefe da Delegacia de Defesa Institucional da PF no Rio Grande do Sul, João Luiz Correa da Rocha, explica como será a operação no dia do pleito. "Haverá, no dia da eleição, um centro de comando, com a integração das forças de segurança e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), onde a troca de informações será rápida, justamente para atender a demanda e dar uma resposta para a sociedade."

 

Os drones irão sobrevoar as principais zonas eleitorais do país, ajudando a fiscalizar e combater crimes como boca de urna e transporte de eleitores. Os equipamentos possuem câmeras capazes de realizar zoom suficiente para identificar suspeitos, placas de veículos, entregas de santinhos e situações de compra de votos, com imagens de alta nitidez.

 

As imagens capturadas serão transmitidas a uma equipe da Polícia Federal, que estará preparada para o monitoramento e adoção das medidas cabíveis diante de atividades suspeitas. Assim, diante de algum flagrante de crime eleitoral, policiais se deslocarão imediatamente para o local indicado para prender os suspeitos, que serão conduzidos para a delegacia.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia