YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  26/11/2020 | 09h37     Atualizado em 26/11/2020 | 09h39

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Círculo Saúde amplia oferta de produtos e serviços e expande área de atuação

Fernanda Onzi
Fernanda Onzi

O Círculo Saúde reserva para 2021 investimentos na ordem de R$ 20 milhões para a compra de equipamentos e ampliação de seus produtos e serviços, conforme planejamento estratégico 2021/2023. A instituição de saúde fundada há 86 anos em Caxias do Sul também projeta ampliação da sua área de atuação e cobertura, que atualmente atende a 127 mil vidas em 30 cidades gaúchas. Em relação à captação de novos beneficiários, o plano prevê um crescimento acima de 10% no ano que vem.

 

Ao longo de 2020, o Círculo Saúde implementou o modelo de governança corporativa, gestão e compliance, renovando o seu processo de administração focado em estabelecer as boas práticas de uma empresa moderna e confiável. Conta com um Conselho Deliberativo atuante e representativo no meio empresarial, bem como um Conselho Fiscal com profissionais capacitados no tema. Além disso, há uma Diretoria Estatutária trabalhando em conjunto com o executivo.

 

Essa profissionalização devolveu ao Círculo uma capacidade de reinvenção que contemplará um crescimento significativo e o manterá como um dos planos que mais cresce no Brasil segundo Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

 

Investimentos nos últimos 12 meses

Em termos de investimentos, o Hospital do Círculo recebeu aportes de aproximadamente 10 milhões de reais em 2020. Grande parte, cerca de 2,8 milhões, em infraestrutura de servidores na área da tecnologia da informação, aproximadamente 1,2 milhão no Centro de Oncologia, 2,4 milhões na aquisição de 150 novas camas hospitalares automatizadas de última geração e na modernização dos apartamentos.

 

Também está investindo em um sistema de energia fotovoltaica, na infraestrutura de atendimento no serviço de emergência e num avançado arco cirúrgico (intensificador de imagens para cirurgias).

"Todos os aportes em investimentos foram muito bem avaliados e quantificados em nosso orçamento financeiro. Cada passo foi meticulosamente calculado para não comprometermos os resultados da operação. Trabalhamos fortemente em reduzir custos e otimizar a produção para mantermos o fôlego necessário para suprir os investimentos", afirma o Superintendente Executivo do Círculo Saúde, Francisco Costa Filho.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia