YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  27/11/2020 | 08h59     Atualizado em 27/11/2020 | 09h04

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Aprovada moção de repúdio ao fechamento de agência do Banrisul na Forqueta

Pedro Rosano
Pedro Rosano

O fechamento de um posto bancário do Banrisul na Região Administrativa da Forqueta virou tema da moção de repúdio 8/2020, que tem autoria coletiva. O documento foi discutido e aprovado, por unanimidade, na sessão ordinária desta quinta-feira (26/11).

 

Agora, a moção será encaminhada para o prefeito Flávio Cassina/PTB, ao governador Eduardo Leite/PSDB, ao Superintendente do Banrisul em Porto Alegre, Janir Damiani, e aos deputados estaduais Carlos Búrigo/MDB, Neri, o Carteiro/Solidariedade, Tiago Simon/MDB e Pepe Vargas/PT.

 

Atualmente, a Forqueta tem mais de oito mil moradores, divididos entre área urbana e rural. Na localidade, estão instalados diversos comércios, empresas e prestadores de serviços. A moção destaca que todos estes dependem de um posto bancário e que a agência do Banrisul tem sido o suporte durante décadas. Segundo a matéria, desativar um serviço como este é deixar de se preocupar com o bem-estar daquela comunidade.

 

O texto ainda destaca que o período atual de pandemia do coronavírus pede uma descentralização e que, com o fechamento definitivo, previsto para ocorrer em 30 de novembro, implicará em maior aglomeração em outras agências localizadas mais próximas do Centro de Caxias do Sul (a mais de 6 km de distância da Forqueta), ou em Farroupilha, cidade vizinha.

 

Uma das assinantes da moção, a vereadora Gladis Frizzo/MDB, que estava presente de forma remota na sessão, afirmou que a agência faz toda a diferença para a comunidade. "Dependem empresas, lojas, os moradores, a área rural e aquela é a única agência bancária ali instalada", disse.

 

A vereadora Tatiane Frizzo/PSDB também se manifestou em apoio à moção, destacando que é uma falta de atenção com a população e que algo deve ser feito para reverter a atual situação. Denise Pessôa/PT sugeriu que a bancada do PSDB (formada por Adiló Didomenico, Paula Ioris e Tatiane Frizzo) converse com o governador Eduardo Leite para que, junto ao governo do Estado, seja encontrada uma solução que evite o fechamento.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia