YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  01/12/2020 | 15h04     Atualizado em 01/12/2020 | 15h09

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Governador Eduardo Leite suspende modelo de cogestão

Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini
Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

A região da Serra, incluindo Caxias do Sul, foi classificada nas regras da bandeira vermelha no mapa definitivo do Governo do Estado nesta segunda-feira (30/11). O governador Eduardo Leite anunciou uma série de restrições novamente no Estado devido ao aumento dos contaminados pelo coronavírus nas últimas semanas.


Leite suspendeu temporariamente o Modelo de Cogestão regional, que flexibilizava alguns setores mais do que as regras impostas pelo Modelo de Distanciamento Estadual. 


O Prefeito Flávio Cassina, vice-presidente da Amesne, informa que as novas medidas foram anunciadas por Leite em reunião com as entidades na tarde desta segunda e que cabe aos municípios acatarem as regras. "O que temos que fazer é reforçar novamente a campanha do uso de máscara, do distanciamento social, evitar aglomerações, ficar em locais bem ventilados. E reforçar a fiscalização do que estará contido no novo decreto como a proibição de festas, eventos sociais, restrição de pessoas em reuniões, horário restrito de bares, restaurantes, comércio, entre outras ações", informa. A bandeira vermelha vale de 1º a 07 de dezembro.

 

Entre as ações, estão a suspensão temporária do sistema de cogestão, alterações em protocolos de bandeira vermelha (risco epidemiológico alto), suspensão de eventos e festas de fim de ano, inclusive condomínios, incentivo à restrição de reuniões privadas e familiares, com limite de até 10 pessoas, além do reforço na campanha de comunicação para conscientizar a população e ampliação da fiscalização dos protocolos. 

 

VEJA AS MEDIDAS EMERGENCIAIS:

APOIO DO GOVERNO DO ESTADO NA FISCALIZAÇÃO DOS PROTOCOLOS
- Apoio da Brigada Militar à fiscalização
- Criação de canais específicos para denúncia (telefone 150 e formulário eletrônico Vigilância do Cidadão)

 

SUSPENSÃO DOS EVENTOS E FESTAS DE FIM DE ANO
- Suspensão de festas e eventos de fim de ano, de prefeituras ou de estabelecimentos privados, inclusive em condomínios
- Suspensão do patrocínio por empresas públicas ou apoio de órgãos públicos

 

INCENTIVO À RESTRIÇÃO DE REUNIÕES PRIVADAS E FAMILIARES
- Limite máximo de até 10 pessoas, excluídas as crianças de até 14 anos.
- Reforço em campanha de comunicação para conscientização sobre isso

 

MUDANÇAS NO DISTANCIAMENTO CONTROLADO
- Suspensão temporária da cogestão, com adoção de fato da bandeira vermelha;
- Mudanças na bandeira vermelha, com comércio e restaurantes com horário limite, mas sem restrição de dias;
- Inclusão de restrições em condomínios;
- Inclusão da vedação à permanência em locais públicos sem controle de acesso (ruas, praias e praças, por exemplo).


Novas regras para bandeira vermelha:

- Permissão de comércio, sem restrição de dias, mas com restrição de horário (até 20h);
- Permissão de restaurantes, lancherias e bares, sem restrição de dias, mas com restrição de horário (até 22h), clientes somente sentados, com distanciamento de dois metros entre mesas para grupos de até seis pessoas, sem música ao vivo ou ambiente que prejudique a comunicação;
- Permissão de funcionamento de atividades em locais abertos, com controle de acesso, vedado alimentação e bebidas (shows, espetáculos, drive-in, parques de aventura, zoológicos etc.);
- Vedado o funcionamento de atividades em locais fechados (teatros, cinemas, casas de shows, etc.);
- Vedada a permanência em locais abertos sem controle de público (ruas, praias, parques, praças, etc.), permitida apenas circulação ou prática de exercícios físicos;
- Vedados eventos sociais (casamentos, festas, formaturas, aniversários etc.);
- Vedação do uso de áreas comuns em condomínios e clubes (brinquedos, salões de festas, piscinas, churrasqueiras compartilhadas, quadras etc.);
- Reforço aos protocolos gerais, em especial: máscara, distanciamento, álcool gel e ventilação natural cruzada (janelas e portas abertas);
- Manutenção das atividades de ensino no modelo híbrido, respeitando aos protocolos nas atividades presenciais;
- Demais medidas segmentadas sem alteração.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia