YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  20/01/2021 | 14h04     Atualizado em 20/01/2021 | 14h05

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Plano Municipal de Vacinação contra a covid-19 é apresentado em Caxias do Sul

Andréia Copini
Andréia Copini

O Plano Municipal de Vacinação contra a covid-19 foi apresentado na Prefeitura de Caxias do Sul pelo prefeito Adiló Didomenico; a vice-prefeita, Paula Ioris; a secretária municipal da Saúde, Daniele Meneguzzi; o diretor-executivo da SMS, Dino de Lorenzi, e a diretora da Vigilância em Saúde, Juliana Argenta Calloni.
O plano informa grupos prioritários para imunização em cada fase, população estimada, precauções, contraindicações, estrutura de serviços e locais que devem oferecer as doses de acordo com o avanço do cronograma, dentre outros pontos.


A secretária municipal da Saúde, Daniele Meneguzzi, destaca que as doses serão adquiridas e distribuídas pelo Ministério da Saúde, logo, o avanço da imunização dependerá da disponibilidade de vacina.
O cronograma segue a orientação do Ministério da Saúde. Na primeira fase, em função do pequeno quantitativo de doses que deve ser recebido, a vacina será destinada a trabalhadores da saúde e idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs). Ou seja, nesta primeira etapa, não haverá vacina em Unidades Básicas de Saúde (UBSs).


A imunização dos grupos das etapas seguintes ocorrerá na sequência, de acordo com as remessas enviadas pelo governo federal. As datas serão informadas à imprensa e divulgadas pelos canais de comunicação da prefeitura e da Secretaria da Saúde.


O plano prevê os locais definidos pela equipe técnica da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), que considerou como critérios: população alvo em cada etapa, localização geográfica das UBSs, segurança, logística e armazenamento das vacinas. Por esses motivos, não será possível ofertar a vacina em todos os 48 postos de saúde.


Para o interior do município, a Secretaria usará unidades móveis. Se houver necessidade, está prevista a realização de mutirões de vacinação em dois pontos estratégicos da cidade (Pavilhões da Festa da Uva e UCS).


O documento foi elaborado por servidores da Vigilância Epidemiológica da SMS, e poderá ser alterado para aprimorar a sistemática de imunização ou sempre que houverem novas orientações por parte do Ministério da Saúde.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia