YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  20/01/2021 | 15h29     Atualizado em 20/01/2021 | 15h30

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Comissão de Diretos Humanos acompanha caso de condições precárias de trabalho com indígenas

Robson Paim/divulgação
Robson Paim/divulgação

A Comissão de Direitos Humanos e Cidadania (CDHC), da Câmara Municipal, foi chamada para atender um caso de despejo de 39 indígenas que estavam residindo e trabalhando em uma propriedade rural em Caxias do Sul, na noite desta segunda-feira, 18.


No local, segundo depoimentos, os indígenas sofriam com condições de trabalho precárias e temiam por sua segurança, pois recebiam ameaças com armas de outros funcionários.


Para saírem, os 39 indígenas (que vieram de diferentes regiões) procuraram um acordo, onde, sem receber pagamento ou rescisão, foram levados à Encruzilhada de Ana Rech. Eles permaneceram no local por horas, esperando o cumprimento da promessa de um ônibus que os buscaria e os levaria até suas regiões de origem.


"Acompanharemos o caso até o final e lutaremos para garantir que nenhum direito humano seja ignorado" afirma a presidente da comissão, vereadora Estela Balardin/PT.


Durante a manhã desta terça-feira, 19, a Comissão de Direitos Humanos e Cidadania acompanhou reuniões com os representantes do grupo indígena e os advogados que os representaram, assim como na Polícia Federal junto a Promotoria, com os representantes do dono da propriedade.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia