YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

Câmara de Vereadores   12/02/2021 | 14h47     Atualizado em 12/02/2021 | 15h29

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Ex-vereador critica veto ao projeto que criaria Programa do 1º Emprego

Alberto Meneguzzi lamentou posicionamento contrário da maioria dos vereadores à matéria

Pedro Rosano
Pedro Rosano

O ex-vereador pelo PSB, Alberto Meneguzzi, utilizou suas redes socias, nesta quinta-feira (11), para criticar o posicionamento dos vereadores de Caxias do Sul que votaram a favor do veto do Poder Executivo ao projeto de lei, de sua autoria, que pretendia criar o Programa Municipal do Primeiro Emprego. A iniciativa pretendia estimular a contratação de jovens de 16 a 29 anos, que estivessem comprovadamente ingressando no mercado de trabalho.

 

Meneguzzi citou nominalmente os 13 vereadores que votaram em favor do veto e disse: "uma lástima que o município não apresente um projeto de estímulo ao emprego para a nossa juventude e, ainda, vete projetos que caminham na direção de estímulo para a nossa juventude que está a procura de uma primeira oportunidade. Ao mesmo tempo, o prefeito Adiló enviou projeto de isenção de impostos para a Visate e o projeto foi aprovado [pela maioria dos vereadores]. A prefeitura dá isenção de impostos a Visate, mas veta o estímulo de emprego para jovens. É lamentável que a política esteja nesse nível".

 

Em entrevista ao Bitcom Bom Dia desta sexta-feira (12), o líder de Governo na Câmara, vereador Olmir Cadore/PSDB, justificou as razões do veto e afirmou não estar contra a criação de empregos: "a proposição do veto se deu por haver inviabilidade técnica no projeto que atenta a lei de resposabilidade fiscal. Respeito a opinião do ex-vereador Meneguzzi, mas ele está totalmente equivocado ao dizer que os vereadores estão contra a criação de emprego. Todo o parlamento ressaltou o mérito do projeto, mas não podemos deixar de atentar às questões legais e ao vícios da proposição. Estaremos atuantes para fomentar o emprego na nossa cidade". 

 

Além de Cadore, votaram favoráveis ao veto os vereadores Adriano Bressan/PTB, Alexadre Bortoluz/PP, Clóvis Xuxa/PTB, Felipe Gremelmaier/MDB, Gladis Frizzo/MDB, Juliano Valin/PSD, Marissol Santos/PSDB, Maurício Marcon/NOVO, Maurício Scalco/NOVO, Ricardo Daneluz/PDT, Sandro Fantinel/PATRIOTA e Tatiane Frizzo/PSDB. Por outro lado, se posicionaram pela derrubada do veto os parlamentares Denise Pessôa/PT, Estela Ballardin/PT, Gildredo Camillis/PSB, Lucas Caregnato/PT, Rafael Bueno/PDT, Renato Oliveira/PCdoB, Wagner Petrini/PSB e Zé Dambros/PSB. 

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia