YouTube Facebook Instagram
YouTube Facebook Instagram

  25/02/2021 | 13h20     Atualizado em 25/02/2021 | 13h46

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Vereadora do PT sugere criação de renda básica no município

Estela Balardin apontou o benefício como alternativa para estimular a economia

 Letícia Kreling / Câmara de Vereadores
Letícia Kreling / Câmara de Vereadores

Na sessão da Câmara desta quinta-feira (25), a vereadora pelo PT, Estela Balardin, sugeriu a criação de uma renda básica emergencial, em Caxias do Sul, como forma de auxiliar pessoas em vulnerabilidade social, sobretudo as que tiveram agravamento de suas condições financeiras a partir da chegada da pandemia de Covid-19. 

 

A parlamentar repercutiu os aumentos dos valores da cesta básica e nos serviços de água, energia e combustível, e a dimuição do poder de compra dos consumidores. Este cenário, na ótica de Estela, é o principal responsável pelo travamento da economia. Repercutiu, que haja vista o preço dos serviços básicos para a subsistência, a renda mínima para uma família de quatro pessoas viver de forma estável, seria de 5 mil reais. 

 

Para ilustrar sua fala, Estela Balardin apresentou dados que evidenciam o aumento da desigualdade social, reiterando que um baixo poder de compra da população faz com que a economia não ande. Sobre a renda básica, a parlamentar frisou que o benefício servirá para estimular a inserção e manutenção dos mais pobres no mercado formal de trabalho e no fortalecimento de políticas públicas. 

 

A proposição da petista rendeu elogios dos vereadores Maurício Marcon/NOVO e Sandro Fantinel/PATRIOTA. Ao mesmo tempo, o liberal chamou a atenção para as dificuldades financeiras em que o munípio se encontra e questionou de onde sairia o dinheiro para esta renda básica. Já Sandro Fantinel afirmou ter recebido informaões do Governo Federal sobre a continuidade do auxílio emergencial no país. Líder do Executivo na Câmara, o vereador Olmir Cadore/PSDB se comprometeu a levar a ideia ao prefeito Adiló Didomenico. 

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia